LimpezaOrganização

5 DICAS práticas para iniciar a limpeza da casa

De forma organizada e saudável

Todo mundo se pudesse limpava a casa com a força do pensamento ou teria um robô, não é verdade? Infelizmente ainda não temos a Rosie para nos ajudar na limpeza (Rosie é um robô que fazia tarefas domésticas no desenho Jetson, na década de 80 e eu adorava assistir).

Mas para facilitar a sua vida em casa, eu separei 5 dicas práticas que vão te ajudar nas tarefas domésticas.

DICA 1 – Rotina de Limpeza

Sempre tenha uma Rotina de Limpeza. Assim você vai saber o que fazer todo dia, toda semana, todo mês, todo trimestre, etc. Isso vai evitar acumular sujeira e vai te dar oportunidade de delegar o serviço. Limpeza prática é limpeza que não tem acúmulo.

Para saber mais sobre Rotina de Limpeza veja o post “5 Dicas para deixar a casa limpa sem estresse” – LINK

DICA 2 – Aspirador de Pó

Use e abuse do aspirador de pó. Você não tem um? Coloque como prioridade na sua próxima compra. Com ele você evita levantar poeira ao limpar o chão e evita também retrabalho porque seus móveis e objetos não vão ficar empoeirados quando usá-lo para varrer. Ele também é ótimo para limpar tapetes, sofá, cortina, canto da parede. Não vivo sem!

Vou deixar aqui o vídeo do Youtube onde mostro como faço a limpeza a seco do meu tapete usando o aspirador de pó e vinagre.

Confesso que vivi boa parte da minha vida sem conhecer o aspirador. Mas depois que me convenceram a comprar, ele ficou tão importante quanto a máquina de lavar roupas.

DICA 3 – Produtos de Limpeza

Toda vez que você for limpar algum cômodo, não esqueça de levar consigo todos os produtos de limpeza. Você coloca dentro do balde, em uma cesta específica com alça, não importa! Não deixe de levá-los com você. Você não faz ideia da economia de tempo que você vai ter. Isso evita você ficar gritando quando está lavando o banheiro… Ô fulano, pega o rodo para mim! E evita também que você fique que nem uma barata tonta indo na área de serviço várias vezes.

Parece tão óbvio isso né? Mas isso só começou a ser realidade aqui em casa há quase 3 anos. Minha funcionária que trabalha com limpeza há mais de 20 anos não fazia isso. Ficava zanzando para lá e para cá igual uma doida dizendo… Êta esqueci o pano… Onde coloquei o rodo… Vim na área de serviço e esqueci o que era para pegar. Ninguém merece isso né?

DICA 4 – Limpeza

Se você vai dar aquela faxina em casa ou em algum cômodo, comece sempre pelo local que você menos gosta ou acha mais difícil. Quando você começa a fazer qualquer trabalho, sua disposição e foco estão mais apurados. Com o tempo a disposição vai diminuindo e você começa a desfocar, ficando tudo a sua volta mais interessante (quem nunca deu várias olhadas no celular enquanto faz uma coisa sem disposição).

Então se você resolveu hoje lavar o banheiro e limpar o quarto, comece pelo o que você menos gosta (Dou um chute que será o banheiro, acertei?). Para tornar a experiência mais agradável, faça o serviço escutando uma música que você gosta. Nosso cérebro tem a tendência de associar vários estímulos. Então se você ouvir uma coisa que gosta ao fazer um serviço que não gosta, ele vai processar a experiência com menos rejeição. Faça o teste.

DICA 5 – Equipamento de Proteção Individual

Use sempre equipamentos de proteção ao limpar a casa. Nossa Priscila que exagero! Juro que não é exagero! Claro que não tô falando para você se vestir como quem vai para uma limpeza nuclear, mas luvas, máscara e um avental já são suficientes. Eu sei que você tá pensando… aqui em casa nunca usamos isso e nunca tivemos problemas. Mas aí que mora o perigo. Infelizmente nós brasileiros estamos mais acostumados a resolver o problema depois de acontecido do que evitar com que aconteça. Por isso te entendo quando pensa assim.

Luvas, máscara e avental são itens básicos e simples e tenho certeza que não vão causar nenhum trauma. Claro que não vou precisar usar isso em todas as tarefas domésticas, mas precisa usar nas tarefas que utilizam produtos químicos fortes. Água sanitária ou cloro, amoníaco, amônia, água oxigenada e alguns solventes (aguarrás e thinner), além de outros produtos químicos precisam SIM do uso de equipamento de proteção. Alguns desses produtos são corrosivos e exalam vapores que podem causar intoxicação.

O Caso de Katiane

Eu tinha uma colega na infância que morava com os tios e ajudava eles nas tarefas domésticas. Nunca vou esquecer o nome dela, Katiane. Ela tinha a mão toda áspera e sem sensibilidade, além de não crescer mais cutícula por causa da manipulação constante de produtos de limpeza, principalmente água sanitária. E às vezes se sentia mal, ficava tonta por causa da inalação dos produtos.

Isso foi no início da década de 90. Naquela época achavam isso normal e não viam a necessidade de usar proteção. O problema é que muita gente acha isso ainda normal. Algumas pessoas tem mais resistência na pele do que outras, e às vezes não chegam a ficar igual a mão de Katiane. Mas não se engane! A substância está entrando no seu corpo através da pele e não me surpreende o aumento hoje de casos de câncer, principalmente pelo fato dos produtos químicos serem muito mais complexos e fortes do que décadas atrás. Pense nisso!

Espero que essa 5 dicas façam você refletir sobre os passos iniciais para a limpeza da casa de forma prática e segura. Vamos colocar a mão na massa? Quero sua opinião! Grande beijo!

RESUMÃO DAS DICAS PARA COMPARTILHAR

Tags

Artigos relacionados

Close
Close

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios